PUBLICIDADE

Programa “Primeira Empresa” é oferecido aos jovens de Três Lagoas

Cem vagas serão destinadas aos interessados em participar do programa que será desenvolvido pela AJE/MS em quatro cidades do Mato Grosso do Sul

Terça-feira, 24 de Abril de 2018

Visando desenvolver habilidades empresariais, aprimorar técnicas e ferramentas de gestão, e potencializar o “network” em rede, a Associação dos Jovens Empreendedores de Mato Grosso do Sul (AJE/MS), com o apoio do Governo do Estado do Mato Grosso do Sul e Prefeitura de Três Lagoas, por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SEDECT), oferecerá 100 vagas para interessados em participar do Programa “Primeira Empresa”.

O programa incentiva a livre iniciativa e concorrência, por meio da formalização e/ou fortalecimento de pequenos negócios, bem como a criação de novos empreendimentos, por meio do planejamento, acompanhamento técnico e encontros periódicos, proporcionando, aos potenciais empreendedores, condições mais competitivas de inserção no mercado, a promoção do desenvolvimento local.

Segundo a assessora de Comunicação, Juliana Jacob Vareiro, o curso será realizado no final de maio por consultores do SEBRAE de Campo Grande. Neste primeiro ano aproximadamente 500 candidatos e candidatas participarão do programa com carga horária de 52 horas/aula nas cidades de Campo Grande, Dourados, Três Lagoas e Corumbá.

As inscrições deverão ser feitas até o dia 27 de abril no site www.primeiraempresams.com.br, por meio do preenchimento de formulário para colher informações necessárias para a colocação do inscrito.

PROGRAMA

Criado em 2013 em Goiânia, o programa já alcançou mais de 4 mil empreendedores, e por conta do seu sucesso, passou a integrar os projetos da Confederação Nacional dos Jovens Empresários (CONAJE), com a proposta de ampliá-lo, levando benefícios e capacitação aos jovens empreendedores de todo o Brasil.

O “Primeira Empresa” é composto por dois módulos, sendo que o segundo “Gestão da Primeira Empresa e Plano de Negócios”, será ofertado apenas para os 60% dos participantes melhores classificados no Módulo I “Iniciação ao Empreendedorismo”, que obedecerá ordem de classificação em avaliação objetiva a ser aplicada na fase anterior, limitado ao número de vagas.

O curso de iniciação ao empreendedorismo será oferecido durante três dias por período de quatro horas/dia. Nesta etapa, os selecionados para a primeira turma vão receber orientações, com aulas expositivas sobre definição, princípios e objetivos de empreendedorismo, atributos do empreendedor e procedimentos legais para abertura da empresa.

REGULAMENTO

De acordo com Juliana, “por se tratar de um programa gratuito para os participantes, as vagas são limitadas e os inscritos passarão por um processo de seleção, como ter no mínimo 18 anos e ser residente no Estado e nas cidades participantes do programa”, explicou.

“Outros critérios de avaliação como, por exemplo, ter renda familiar inferior a três salários mínimos e estar cadastrado em algum benefício social do Governo Estadual, só usaremos caso ultrapasse o limite de vagas ofertadas na cidade”, pontuou a assessora.

SERVIÇO

Mais informações podem ser obtidas no site do programa ou na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SEDECT), localizada à Rua João Carrato, 33, Centro. Telefone 3929-9870.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE