O sábado (12), marcou o penúltimo dia da 29ª Edição da Festa do Folclore, evento organizado pela Prefeitura de Três Lagoas, por meio da Diretoria de Cultura e outras diversas Secretarias Municipais e empresas parceiras. Sendo que, somente a noite de ontem, reuniu mais de 10 mil pessoas com diversas atrações e o show do renomado cantor e compositor, Renato Teixeira.

A publicitária e universitária, Cris Host, ressaltou o quão bacana foi a festa. “Tem bastante gente prestigiando e estamos bem felizes de estar aqui”, diz. Já a administradora, Lusimeire Duarte, comenta que a festa está maravilhosa. “Pessoal da organização está de parabéns, a festa está maravilhosa e agora ela voltou para ficar”, ressalta.

“Eu gostei bastante da festa, ainda mais que é gratuita e feita pela Prefeitura. Além disso, o espaço colaborou ainda mais para o brilho do evento, haja vista que é bem mais localizado. Gostei bastante”, diz o Matheus de Souza, gerente de suporte técnico.

A artesã, Augusta Rufino, ressalta que “como vendedora e espectadora da festa estou muito satisfeita, sempre gostei muito da Festa do Folclore e, nos meus 26 anos de idade, esse é o melhor evento que eu já vi, pela sua logística, organização, decoração, além de ser um ótimo lugar para eu conseguir uma renda extra e ainda divulgar o meu trabalho”, comenta.

ATRAÇÕES

Na manhã do sábado ocorreu o Concurso de Berrante e também o Concurso de Prova de Laço que reuniu diversas profissionais e simpatizantes da prática. Já a noite, a festa ficou por conta de cantores locais Alba e Maringá, que mostraram alto nível profissional e técnico ao segurarem o palco por quase uma hora.

Porém, o show mais aguardado pela população foi do cantor e compositor, Renato Teixeira, que entrou no palco às 22h. “Vim outras vezes a Três Lagoas e, inclusive cito ela em uma de minhas músicas. O país, para esses lados de cá, é algo incrível, pois por mais problemas que tenham, ainda seguem em frente com muita esperança. A festa do folclore, a cultura, é algo muito importante para todos, pois recordar os antepassados é relembrar a infância, faz bem para a alma e para o espírito. Esse tipo de festa faz parte do perfil da sociedade, pois ela precisa disso para se compreender”, enfatiza.

DOMINGO

Esse domingo (13) marca o último dia de festa e o Dia dos Pais, por isso a programação, que se inicia às 9h e segue até as 11h, é focada em atrações e atividades voltada para os pais e filhos. Em seguida, haverá apresentação dos Alunos do Projeto de Acordeon, que abre o também tão aguardado 1º Encontro de Chamamé de Três Lagoas, que se estenderá até às 23h.

No total, onze artistas diferentes irão se apresentar, dentre eles os grupos do Paraguai, Argentina e os famosos Tostão e Guarani. Porém, conforme aviso da produção, o artista Dino Rocha não poderá se apresentar, pois está com pneumonia. Então, Maciel Correa entra no circuito para preencher os onze artistas do 1º Encontro de Chamamé.