As buscas pelo avião da AirAsia que desapareceu neste domingo (28) quando voava da Indonésia até Cingapura com 162 pessoas a bordo foram suspensas, segundo informou o Ministério do Transporte indonésio.

"Nós suspendemos [as buscas] às 17h30 [8h30 no horário de Brasília] porque está ficando escuro. O tempo também não está bom e está ficando nublado", declarou Hadi Mustafa, ministro do Transporte. "Amanhã, vamos começar [as buscas] às 7h (22h de domingo em Brasília) ou até antes se o tempo estiver bom", afirmou.

Apesar das declarações do ministro, um funcionário da Agência Nacional de Busca e Resgate citado pela agência de notícias Associated Press disse que foram suspensas as buscas aéreas, mas que "alguns" navios ainda estão na área onde o aeronave perdeu contato.

O avião, um Airbus 320-200 que fazia o voo QZ-8501, decolou de Surabaia, na ilha de Java, às 5h20 de hoje (hora local) e deveria chegar em Cingapura às 8h30 (22h30 de sábado em Brasília). A aeronave, porém, perdeu contato com a torre de comando cerca de 40 minutos após partir.

O Airbus transportava 155 passageiros, incluindo 16 crianças e um bebê, e uma tripulação de dois pilotos, um mecânico e quatro comissários de bordo. A AirAsia informou que os passageiros e tripulantes eram 156 indonésios, três coreanos, um francês, um malaio e um cingapuriano. Dezenas de familiares dos passageiros aguardam no aeroporto de Surabaya, em Java Oriental, por notícias.

Fontes da Agência Nacional de Busca e Resgate da Indonésia afirmaram que o avião provavelmente caiu no mar próximo à ilha de Belitung, entre Sumatra e Bornéu, segundo o jornal "Jakarta Post".

Fonte: UOL