Alessandro e Carille explicam contratação de Emerson Sheik pelo Corinthians

"Não trazemos o Sheik pelo o que fez lá atrás, achamos que vai nos ajudar", diz dirigente

Terça-feira, 16 de Janeiro de 2018

O técnico Fábio Carille e o gerente de futebol Alessandro Nunes concederam uma entrevista coletiva na tarde desta terça-feira para explicar a contratação do atacante Emerson Sheik, 39 anos, pelo Corinthians. O dirigente deixou claro que a decisão teve o aval do treinador.

Carille, aliás, revelou ter tido uma conversa com Emerson Sheik num jogo amistoso em dezembro, em Mangaratiba (RJ), onde o atacante tem residência.

– Queria lembrar a todos que nenhum atleta chega pelo departamento de futebol sem um aval técnico decisivo e respeitoso. Nenhum atleta foi inserido nos dez anos que estou aqui sem o aval do treinador. As pessoas são profissionais, participam ativamente das escolhas, desde que exista um "ok" do treinador. Não trazemos o Sheik pelo o que fez lá atrás, achamos que vai nos ajudar – disse Alessandro.

– Estou aqui desde 2009 e sempre participei de todas as contratações, mesmo como auxiliar. Vou explicar bem o que aconteceu. Fui em um jogo em Mangaratiba, lá ele manifestou o desejo de encerrar a carreira no Corinthians, e eu gostei da ideia. Eu precisava ouvir o lado diretivo, fizemos muitas reuniões antes de viajar para a Flórida e em todas ele foi pauta. A partir daí, foi o lado diretivo que fez o acerto – emendou Carille.

Questionado sobre como pretende escalar o jogador, que assinou contrato com o Corinthians até 30 de junho, Carille respondeu:

– É cedo para falar ainda, vamos ver como o time vai se comportar. Conheço bem o Emerson, trabalhei com ele, vamos esperar, ver como está, como se sente bem, não vou fugir da minha ideia, posso usar aberto se for um lado que num ataca muito, ou por dentro, ou perto do 9, Dá muitas alternativas. Vamos esperar para definir.

Fonte: G1.com.br