A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza foi prorrogada até o dia 9 de junho, de acordo com o comunicado divulgado para todos os estados pelo Ministério da Saúde na quinta-feira (25.5). A extensão do prazo é devido ao nível nacional de cobertura vacinal estar em 60,5% faltando apenas um dia para o fim da campanha, onde a meta é de 90% de imunização da população do grupo de risco.

Baseado nesse índice, o Ministério da Saúde prorrogou o prazo da campanha, mantendo ainda as recomendações para o público-alvo. Em Mato Grosso do Sul o índice de cobertura vacinal está em 58,03% de vacinação. Mesmo com a prorrogação, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) reforça para que as pessoas que estão no grupo de risco e ainda não se vacinaram devem procurar as unidades de saúde para se imunizar.

Em Mato Grosso do Sul serão aplicadas cerca de 750 mil doses das vacinas para todo o grupo de risco. Para este ano foram incluídos os profissionais de educação da rede de ensino básico (Ensino Regular, Especial e Educação de Jovens e Adultos – EJA) e superior das escolas públicas e privadas. A inclusão no público-alvo foi um dos principais debates em 2016, devido aos números de casos registrados. Também fazem parte do público-alvo:

  • pessoas com 60 anos ou mais de idade;
  • crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos de idade (quatro anos, 11 meses e 29 dias);
  • gestantes puérperas (até 45 dias após o parto);
  • trabalhadores de saúde;
  • povos indígenas;
  • grupos portadores de doenças crônicas e outras condições clínicas;
  • população privada de liberdade;
  • profissionais do sistema prisional.